Quando minha primeira filha nasceu senti uma enorme dificuldade de encontrar uma escola para ela. A maioria das escolas seguia uma linha tradicional, não ofereciam um espaço grande para as crianças correrem, terem contato com a natureza, não tinham a possibilidade de almoçar uma comida fresca e de qualidade. Foi aí que tive a iniciativa de montar minha própria escola com a ideologia Construtivista, onde as crianças vivenciam experiências e aprendem a desenvolver seu próprio raciocínio.

Foi em 03 de fevereiro de 1991 que transformei a casa para a qual minha família ia se mudar no ‘Quintal Mágico’.

Começamos com uma geladeira, um fogão usado, mesas e bancos doados por meu cunhado, 13 alunos, um funcionário e, acima de tudo, muito amor, trabalho e mais trabalho. A escola prosperou. A cada ano mais e mais alunos eram educados, estimulados a refletir, a criar e trocar experiências.

Hoje em dia, olhando para o passado, sinto muito orgulho das boas experiências que proporcionei a todas as crianças que passaram pelo meu “quintal”. Crianças que hoje se formaram dentistas, advogados, jornalistas, professores e, acima de tudo, gente de bem.